domingo, 15 de março de 2009

Interior


Já morei no interior ,numa cidade de 15 mil habitantes (o municipio ) ,cidade fundada pela minha família,lá não sou simplesmente mais uma na face da terraa as pessoas me conhecem sabe de quem sou filha ,neta ,sobrinha .. Mas não sei se acho isso bom ou ruim ...

Quando mudei para BHte o marido de uma amiga de lá ficou doente aqui e morreu e eu fui ajuda-la no translado do corpo ,essas coisas todas ,,, e ai nessa hora como senti falta das pessoas do interior..Cidade pequena qdo morre algúem em um minuto a casa enche ,os amigos chegam pra ajudar pra prestar solidariedade e aqui nem tanto ..

Mas por outro lado um simples deslize na vida de alguém tipo traição ,brigas ,,vira um acontecimento,notícia pra muitos dias ..

Política entao ,,nossa ..a coisa é brava .

Mas apesar desses pontos negativos sinto falta da minha terra..sinto falta de passear na rua e cumprimentar as pessoas ,parar pra bater um papo ,ir na casa do vizinho tomar um cafezinho,chegar na janela falar oi pra quem ta passando ,ir pro jardim ,sentar na praça .

Não tenho pretensões de um dia voltar a viver lá ,mas sempre tenho que retornar pra sentir o ar puro ,pra renovar minhas forças com o carinho com as amizades daquele lugar tão pequeno mas tão maravilhoso !!!

2 comentários:

mar e ilha disse...

Andréa, sabe o que eu faço para me sentir no interior apesar de morar no Rio? Tento comprar pão na mesma padaria, conhecer as atendentes, conhecer as pessoas que me atendem no bar que tomo café, saber o nome do ascensorista do meu trabalho, almoçar se possível, nos mesmos lugares e saber quem é o dono,quem é o cozinheiro. Assim, parece que sou do local e as pessoas me conhecem ,como se tívessemos morando num lugar pequeno . Desta forma, parece que não somos mais um num meio de uma multidão. Ah, e tento conhecer também as pessoas que trabalham no meu andar, apesar disso ser super dificil. Como as pessoas são fechadas nas grandes cidades. Nós não estamos acostumadas com isso, não é mesmo? Ah,sempre que puder continue voltando para Sto Antonio, afinal nossas origens estão lá né. Um beijão

Lisa Nunes disse...

QUE LINDO QUE ISSO QUE VOCÊ FALOU MARÍLIA,É TOCANTE. VOCÊS DUAS SÃO MESMO UMAS FOFAS ! BEIJOSSS