segunda-feira, 12 de julho de 2010

Essas fotos são da imagem de Santo Antonio e de e alguns vitrais que ficam no santuario de Santo Antonio do Amparo .

Conta a história que um homem de origem portuguesa, chamado Manoel Ferreira Carneiro, popularmente chamado "Jangada", ao passar pelas terras e ver que eram de grande beleza e com capacidades produtivas negociou com o então dono das terras uma troca. E o mais curioso dessa história foi que o objeto de troca fora um capote, pois o então dono sofria muito com o frio. Ali nas terras adquiridas "Jangada" instalou uma fazenda com numerosos escravos.



Ao passar dos anos um escravo desapareceu. Assim, seu filho José fez uma promessa a Santo Antônio, tão popular entre os portugueses, que se ele trouxesse de volta o escravo uma capela em sua honra seria construída no lugar mais alto das terras. Assim então, aconteceu e o escravo apareceu contando que Santo Antônio o havia guiado. A capela fora construída no ponto mais alto, conforme a promessa feita, e em torno dela foi crescendo o povoado que mais tarde se tornou município.


Seu nome, Santo Antônio, deve-se ao milagre, e Amparo ao fato de que os viajantes se instalavam embaixo de coqueiros, que lá existem até hoje.

Nossa igreja ,hoje santuário é linda !!!

7 comentários:

Elisa no blog disse...

Que vitrais lindos. Achei a história muito interessante porque quando um escravo sumia pensei que fosse sempre para fugir. Mas esse pelo jeito havia se perdido na mata, não? E Sto. Antonio o guiou. Mais impressionante ainda é José prometer construir uma capela pelo escravo. Será que esse escravo era especial? Muito valioso?
Gostei muito do relato.

Mauro S disse...

Oi Andrea, muito linda a história e as fotos dos vitrais também, beijos, boa tarde e boa tareça.

mar e ilha disse...

Andréa, os vitrais são lindos né. Quantas vezes já olhei para eles rezando? Inúmeras!

Vagner Lopez disse...

Olá, Andrea! Como vai?
Sim Estou voltando...rs. Estava com saudade disso tudo aqui... É bom demais.

Olha, as fotos dessa postagem são lindas. Eu acho lindo essa arte em vitrais. Lindo mesmo.

Um beijão carinhoso pra você, minha amiga. Quando der, venha me visitar. Será um prazer ter você por lá mais uma vez.

Bjs!

Mônica disse...

Andrea
A Marilia lembrou bem. Tantas vezes rezei e rezo olhando para aqueles vitrais e observando sua história.
Nossa igreja, hoje santuario é a msis linda que conheço, porque mais do que todos os santos, é nela que peço, agradeço e ela que me conhece.Sabe o que quero. As vezes nem preciso dizer nada. Jesus e Santo Antônio falam por mim.
com carinho MOnica

Lisa Nunes disse...

Andrea
são realmente lindos estes vitrais. A tua cultura é muito interessante,rica e preciosa.Quantas histórias aconteceram por aí, é muito tocante.
Espero um dia poder conhecer tantas riquezas. Um abraço e bom fim de semana

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Eu não tinha visto esse post!
Não ando recebendo as atualizações dos blogs amigos direito, não sei o motivo.

Fiquei olhando os vitrais e lendo a história.
Deve ser uma igreja tão bonita. Eu gosto de lugares assim.

Eu não conhecia essa história do escravo. Gostei.
bjs