quarta-feira, 17 de março de 2010

passado /presente e futuro

Dizem que a gente tem que esquecer o passado viver o presente e não temer o futuro .Mas como isso é difícil .Confesso que muitas vezes acho que fui mais feliz "antigamente " e tenho muito mas muito medo do meu futuro ,da velhice .

7 comentários:

Heloísa disse...

Andréa,
O passado tem o lado bom da infância, e sempre é lembrado com saudade. Embora, muitas vezes, tenha uma carga de idealização.
O presente estamos vivendo, com as coisas boas e as não boas.
Mas o futuro, realmente, tem uma carga de preocupação. Embora saibamos que o futuro é amanhã, a preocupação está nos "amanhãs" distantes, na velhice verdadeira.
Preocupar-nos, não resolve. Mas acho que devemos procurar planejar.
Beijo.

Mar Ilha disse...

Andréa, como disse a Heloisa não adianta ficar com medo. Temos que pelo menos tentar planejar um pouquinho o futuro. Eu entendo o que vc sente pque não temos filhos e ficamos pensando que poderemos ficar sozinhas. Mas não pensa nisso não. Pensa no quanto é qurida e que nunca estará só. `Pode ter certeza disso. E pque vc era mais feliz antigamente? Não fique triste não e saiba que vc é a pessoa mais importante na minha vida.

Diego Borges disse...

é realmente difícil mas é necessário. Quando vivemos apenas de lembranças , a gente não constrói nada , vivemos por viver e não nos damos conta.
e o futuro realmente tem que ser planejado mas não durante a vida toda, ele tem que ser esperado enquanto vivemos o presente.
Eu comparo a um pedaço de bolo com recheio, tem que comer o bolo antes pra poder chegar no recheio, só assim, o sabor fica bom .
Que consigamos fazer tal façanha pois pra mim esse é um dos segredos da felicidade.
um abração !!!!!

Angela disse...

Andréa,
Só tem medo do futuro quem é mto responsável. Acredito que,na juventude os problemas e as preocupações são bem menores, sem falar que tem os pais para pagar as contas e prover todas as necessidades.Qdo adultas tomamos as rédeas de nossas vidas e depois a dos filhos e dos pais e de protegidas passamos a ter de proteger. Somamos conquistas, vitórias, carências e solidão, essas duas últimas as vezes se tornam fantasmas e nos assustam.
Faço das palavras da Marília minhas, vc é mto amada e respeitada e esse amor lhe dará forças por todo o sempre.
Ânimo minha amiga embora, seja difícil é preciso.
Conte comigo,1,2,3...,rsrsrs, só pra vc rir um pouquinho.
Vc não está só eu tbm me pego assim várias vezes.
Bjs

Elisa no blog disse...

Sabe que eu tinha muito mais medo do futuro quando era bem mais jovem? Acho que temos quase a mesma idade. Hoje vejo o futuro com otimismo. Já vejo sinais de envelhecimento chegando: a vista não está tão boa, engordo com facilidade, não tenho mais a mesma agilidade de antes. Mas estou mais serena, tranquila. A velhice há de trazer algo bom. Acredito nisso.
beijos

Valéria Martins disse...

Bem, contra isso eu só conheço um remédio, mas é que nem uma erva medicinal que nasce no nosso jardim, tem que cultivar. Chama-se fé. Porque não há jeito de prever o futuro, então, só temos um pouco de paz tendo fé. Eu adoro essa frase:

"Veio o medo, bateu à porta. A fé abriu, e nada encontrou".

Beijos, querida Andréa! Fé e força na peruca!!!

Andrea disse...

Obrigada ,Heloisa ,Marilia ,Angela ,Diego ,Elisa e Valeria ,muito obrigada pelas palavras de vocês .